sexta-feira, 27 de maio de 2016

O Comissário e sua individualidade



Eu voo há quase dois anos e posso dizer com toda a certeza que eu virei um ser mais individualista do que eu já era. Pensei em motivos, razões e circunstâncias pelas quais justificariam isso. E creio que achei. 
Motivos/razões/circunstâncias: Na nossa profissão (meu ponto de vista), geramos algumas facilidades/peculiaridades que se dão pelo fato de vivermos de uma maneira diferente da maioria das outras pessoas.

Umas das coisas que mais geramos é a individualidade. Tripulante dorme cada noite em um lugar diferente, com climas diferentes, pessoas diferentes, temperaturas diferentes, culinárias diferentes. Muitas vezes dormimos pouco, e quando temos oportunidade de dormir bastante, sabemos muito bem fazer isso. Aí que começa a história, pois muitas vezes o tempo que temos para dormir muito é na nossa folga! Aí os amigos te querem, os filhos te querem, a família te quer, o marido/esposa te quer. Mas as vezes o tempo que temos para dormir é naquele pernoite longo! Aí simmmm! Nós ficamos em quartos de hotéis sozinhos, com camas (muitas vezes) ótimas, enormes e só pra nós! Eu durmo toda espaçosa! Quartos escurinhos, com ar e tv só pra gente! Muitas vezes tomamos café da manhã sozinhos, se tem algo pra resolver no banco daquela cidade, vamos sozinhos. Fazemos muitas coisas nos pernoites sozinhos, sem depender ou precisar de carona de pai, marido, mãe, primo ou tio. Se tem algum problema pra resolver no banco é fácil: GPS! Almoçamos naquele restaurante da esquina do banco sozinhos. Chegamos e pedimos janta no quarto. Jantamos sozinhos, olhamos tv sozinhos, netflix sozinhos, lemos livros deitados na cama sozinhos... 
Agora pensa comigo: aí chegamos em casa e o cenário muda completamente. De repente você se vê almoçando na sala e seu marido na mesa, opa! Você se vê dormindo toda espaçosa, quando tem que dividir a cama, opa! Você se vê isolada em um mundo individualista quando na verdade está cercado de amigos, ou da família, opa! Isso é uma batalha gente, sério. Temos que saber lidar com isso. E eu estou aprendendo! 

Não faz muito tempo, voei com uma colega que me deu dicas ótimas! Mais do que isso, dicas PRECIOSAS! Vou passar elas aqui em baixo ( as que eu me lembro, pois anotei tudo mas não achei)

Temos que aprender a otimizar o tempo que temos nos pernoites, fazer tudo o que temos que fazer, fazer tudo com cia sempre que possível! Para quando estivermos em casa podermos nos dedicar 100% àquela pessoa que sempre está nos esperando anciosamente (filhos, marido, esposa, pai, mãe...). Por exemplo: "Essa semana terei uma monofolga! Já marquei hidratação e vou fazer minha mão e pé em casa mesmo nesse dia de folga." Agora vamos pensar! Será que eu não posso fazer isso no meu pernoite? Marcar manicure e hidratação no salão da esquina do hotel? Para chegar em casa já linda, mãos e pés feitos e surpreender o maridão? Hahaha. Será que fazendo isso eu terei mais tempo com meus filhos naquele meu único dia de folga? Entenderam a essência gente? Aonde eu quero chegar? 
E aí está a dica de ouro: TENTE descansar nos pernoites, dormir bem, se cuidar, fazer massagem, exercícios físicos, vá malhar, esticar as pernas, faça aquela hidratação, manicure, aquela depilação, otimize seu tempo! SEMPRE QUE POSSÍVEL! 
Eu estou tentando adotar esse estilo de vida, para ter mais tempo com amigos e família quando estou em casa e ver se consigo cada dia que passe me desprender dessa individualidade que eu gero! 

"É tentando e tentando que conseguimos, e é conseguindo que chegamos em algum lugar!"

Beijos e bons voos! ✈💕😘

7 comentários:

  1. Oi Cati...
    Ja aconteceu de pernoitar na cidade onde mora?

    Beijos te adoro!!!!

    ResponderExcluir
  2. Cati, vc me inspira cada vez mais! É muito bom te acompanhar e ver o amor que vc tem pela sua família e pela profissão! Meu sonho é ser comissária, e vc me ajuda bastante a entender mais sobre esse "mundo"! Continue fazendo vídeos, garanto que ajudam diversas outras pessoas que buscam esse sonho, assim como eu! Um grande beijo <333

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lari! Muito obrigada pelo carinho flor! Fico muito feliz em saber disso! :D

      Excluir